Enfermaria

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Enfermaria

Mensagem por Big boss em Dom Maio 17, 2015 6:55 pm


Enfermaria


A enfermaria é uma estrutura aconchegando, visando o conforto dos pacientes em suas recuperações. Há macas por todo o local, além de armários contendo desde néctar e ambrosia, à até medicamentos mortais. Filhos de Apolo estão sempre por perto para ajudar os campistas.

Todos que postarem nessa área recuperarão seu HP e MP

avatar
Big boss

Mensagens : 204
Data de inscrição : 11/05/2015

http://rpgargentum.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Mackenzie A. Hawkins em Sab Maio 30, 2015 10:36 pm

Getting Better

Althea, você aguenta.
Ela chegara a enfermaria desacordada, com a blusa cheia de sangue e com respiração dificultada. Dois campistas a carregaram até que Argos a pegasse e colocasse de costas em uma das macas. Era a primeira vez que Mackenzie estava ali e isso surpreendeu várias pessoas.
Um dos filhos de Apolo que cuidavam do local do momento cortou a blusa da garota e retirou delicadamente, limpando os ferimentos. Alguns deles com certeza necessitariam de pontos, mesmo com a ajuda da ambrosia e do nectar que dariam a ela. Não poderiam fazer isto sem que a anestesiacem, então isto foi feito de imediato.
Eu estou orgulhoso de você, minha filha. Eu sei que não fui um pai presente e que não fiquei ao seu lado em todos os momentos que você precisou, mas eu te amo.
Corte por corte, as costas da garota foram se fechando. O sangue que insistia em ser derramado até aquele momento começava a coagular. Uma garota, provavelmente irmã do que trabalhava em suas costas, deixou nectar escorrer para os lábios da filha de Afrodite, esperando que ela conseguisse engolir por conta própria. O líquido, para ela, tinha gosto de morangos recém colhidos da horta de seu pai com um pouco de chocolate.
Desculpe nunca ter te contado a verdade sobre a sua mãe e me desculpe por nunca ter deixado você fazer parte da minha vida. Mas eu me importo, minha Althea, eu me importo. Você é e sempre foi a coisa mais importante de minha vida.
Assim que o garoto terminou e fechou todos os cortes com os curativos, a garota tossiu, assustada. Seus olhos se abriram de imediato, olhando ao redor. Ela procurava por seu pai, mas ficou completamente decepcionada ao perceber que era apenas parte de seu sonho.
Suas costas doíam mais do que qualquer outra coisa, ela nunca sentira algo como aquilo. A dor parecia mais forte do que quando o animal que a atacara havia causado os cortes, mas sabia que de tempo em tempo ela melhoraria até ficar novinha em folha.
A sentaram de uma forma que nada pressionasse suas costas e lhe deram um tanto de ambrosia e mais um gole de nectar. Todo o seu corpo esquentou quando o líquido desceu por sua garganta, fazendo com que se sentisse um tanto melhor.
- Quando eu vou poder voltar as atividades normais?
- Você fica por aqui essa noite para que eu possa trocar seus curativos e ver se você não terá febre, infecções, essas coisas. - o garoto sorriu, deixando ela por um lençol sobre a parte de frente do corpo - Amanhã poderá voltar ao seu chalé e no máximo em uma semana poderá fazer algumas atividades como antes. Mas, pelo seu bem, fique longe de monstros por um bom tempo.



/partition/

I’m tough, I’m ambitious, and I know exactly what I want. If that makes me a bitch, okay.
avatar
Mackenzie A. Hawkins

Mensagens : 32
Data de inscrição : 22/05/2015
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha de Personagem
Nível: 9
Health Points (HP):
145/180  (145/180)
Mana Points (MP):
100/180  (100/180)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Apolo em Sab Maio 30, 2015 10:48 pm


Atualizado.

Mackenzie:
+ 30 HP + 35 MP





APOLO
avatar
Apolo

Mensagens : 138
Data de inscrição : 12/05/2015

Ficha de Personagem
Nível:
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Scarlet Mason em Seg Jun 01, 2015 5:20 pm

Ave Maria, pardonne-moi. Si devant toi je me tiens debout.
Entrei na Enfermaria a passos trôpegos depois de ter me arrastado uns bons quilômetros para fora da Floresta, onde acabara de matar um Leão de Nemeia e oferecer o seu couro a Ártemis em juramento, tornando-me assim a primeira Caçadora recrutada do Acampamento Meio-Sangue.
Ave Maria, moi qui ne sais pas me mettre à genoux.
Chegar àquele ponto não fora fácil, não mesmo. Cada treino fora um degrau dolorido daquela escada que me rendera um corte profundo na bochecha, mãos em carne viva e cada músculo dos meus 1,75m dolorido e lesionado. Por isso agora cambaleava para a maca mais próxima, pedindo em voz exaurida um pouco de néctar e ambrosia a uma filha de Apolo que passava ali perto. Algumas faixas de gaze também, além de água fria e sabão.
Ave Maria, protège-moi de la misère, du mal et des fous qui règnent sur la terre.
Deitei-me na maca e esperei a garota voltar com os curativos. Quando veio, agradeci-lhe e disse que não precisava de auxílio, que outras pessoas estavam pires do que eu, mas ela insistiu em ficar. Trabalhamos silenciosamente na lavagem e envolvimento das minhas mãos com gaze úmida.
Ave Maria écoute-moi. Fais tomber les barrières entre nous qui sommes tous des frères.
A menina cantarolava baixinho alguma canção que, eu supunha, tivesse encantamento de cura. Fosse como fosse, eu me sentia mais relaxada a medida que aquela doce voz de soprano alcançava notas cada vez mais altas. Pediu para deitar-me e cuidou dos meus ferimentos no rosto, lavando-os e fechando-os com gaze esterilizada. Ofereceu-me ambrosia e néctar  para a dor, e aceitei de bom grado. Quando me deixou, eu adormecia, e a canção que murmurava continuou comigo mesmo muito depois de a sua sombra ter desaparecido no corredor.
Ave Maria, veille sur mes jours et sur mes nuits.



- Scarlet Mason

avatar
Scarlet Mason

Mensagens : 22
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 25
Localização : Long Island

Ficha de Personagem
Nível: 6
Health Points (HP):
100/150  (100/150)
Mana Points (MP):
80/150  (80/150)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ex-staff563 em Seg Jun 01, 2015 6:31 pm


Atualizado.

+30 HP/MP



─ And when brotherhood come first then the line will never be crossed.
avatar
Ex-staff563

Mensagens : 91
Data de inscrição : 11/05/2015

Ficha de Personagem
Nível:
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Finn Lazulli em Qua Jun 03, 2015 9:57 pm

Passos lentos e rastejantes... Finn andava com dificuldade até a enfermaria, seu corpo cheio de arranhões, feridas abertas e outras cicatrizando fazia sua aparência piorar e claro era uma dor insuportável, precisava de ajuda médica e por isso iria ao local. Todos os dias Finn treinava, todos os dias Finn se machucava e não ligava, mas cada ato tinha uma consequência e a consequência de tantos treinos foi a condição atual do menino que parecia peixe morto.

Ele entrava no local, já era noite e não sabia se ainda teria um enfermeiro ou seja lá que for no local, mas se deparou com uma linda garota loira vestida com o uniforme do acampamento e um jaleco por cima, não sabia que semideuses podiam ficar em tal função.

- A-ajuda.

Ela percebeu o garoto e logo o ajudou a senta em uma maca hospitalar, tirou sua blusa melada de sangue e suor e se deparou com vários ferimentos, assustada se afastou e pegou uma bebida e prato com um doce. Estavam só ele e a menina ali e mesmo assim Finn estava envergonhado, talvez por está sem camisa, nessas horas ele nem pensava em dor e sim o que falar...

- Abra sua boca, beba um pouco disto.

A menina segurou o copo e encostou-se aos lábios do menino, levantou um pouco e ele começou a tomar, nunca havia saboreado tal bebida que para ele era simplesmente divina, sentia o gostoso perfeito de um suco de maracujá e já se sentia melhor, suas feridas mais leves cicatrizavam rapidamente.

- O que é isso?

- Nunca tomou semideus?! Isto é Néctar, como somos semideuses podemos comer e beber suas bebidas, entanto com cautela, em excesso isso irá nos matar. – Finn Gelou – Esqueça isso! Agora come isto.

Já um pouco melhor pegou a colher e o prato que a menina segurava e comeu um pouco doce que se encontrava e estranhamente sentia o gosto de alface, algo que lhe dava prazer apenas em sentir o cheiro, maravilhado ele concluiu que aquilo era ambrosia.

- Está melhor, o resto eu mesmo cuidarei.

De fato as feridas do menino estavam quase todas cicatrizadas, ele sentia tranquilidade e ainda sentia a sensação de ter comido alface, era como se estivesse no céu, mas ficou curioso como àquela menina cuidaria dele. Rapidamente foi respondido, as mãos da menina brilhou levemente, passou a mão no peitoral de Finn e em suas costas para enfim perceber que não havia marca nenhuma, era como se fosse seu primeiro dia.

- Uau, como você faz isso?!

- Sou filha de Apolo e digamos que ele está envolvido com essas coisas de saúde, bom meu trabalho foi feito, agora creio que já pode ir.

- Sim, agradeço.

Animado o menino saiu do local indo para o pavilhão para poder comer o que sentiu, alface e beber um bom suco.
avatar
Finn Lazulli

Mensagens : 66
Data de inscrição : 23/05/2015

Ficha de Personagem
Nível: 18
Health Points (HP):
240/270  (240/270)
Mana Points (MP):
205/270  (205/270)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Loreal Montecchio em Qui Jun 04, 2015 11:42 pm



Enfermaria

A música soava em minha mente enquanto eu ia à passos lentos até a enfermaria, tinha saído dela ontem e já voltaria, uma bela vida a minha devo dizer. Apertei mais minha mão envolta da mordida do Lobo, parecia a pior dentre todos, além do cansaço. Muito provavelmente a música que soava em minha cabeça fosse para dar mais forças e não cair no meio do caminho, sou quem sou mas também tenho meu orgulho. Alguns fios caiam em cima dos meus olhos fazendo com que eu soprasse para deixar minha visão em paz.

Assim que adentrei ao local, fui amparada pelo os braços de alguém, com certeza era algum filho de Apolo. Levantei meu olhar e por surpresa, nem tanto na verdade, eu já o conhecia.

Lore, não faz quase nem um dia direito que você esteve aqui — disse a prole de Apolo me ajudando a sentar na maca. Meu braço latejava e meu corpo estava doído e fatigado. Apertei meus olhos com força e mordi meus lábios. Soltei uma risada fraca.

Oras...Ai, ei, não fique me olhando como se quisesse rir, cadê o Néctar e Ambrosia para a ajudar a amiga aqui, hein, prole de Apolo? — brinquei mesmo tendo a dor presente na voz.

Ouvi sua risada e logo seus passos indo para longe, me senti um pouco tonta - muito provavelmente por causa da mordida -.

[...]

O Néctar desceu em um gosto maravilhoso pela minha garganta fazendo com que eu soltasse um leve sorriso. Ele começou a cuidar da mordia, logo depois passando para alguns outros machucados que eu havia ganhado em luta. Gazes esterilizadas ficaram espalhadas pelo o meu corpo, mas o que importa que a maioria das minhas feridas estavam curadas. É, estava bem melhor. Suspirei aliviada abrindo meus olhos.

—  Já poderei sair, não é mesmo? ­—  perguntei arqueando uma sobrancelha e com um sorriso questionador nos lábios.
Passei uma das minhas mãos sobre as gazes à observando, não deixariam marcas - o que dava um certo alívio -.

Sim, creio que já pode ir — a prole de Apolo disse dando um leve concordar com a cabeça.

—  Oka! Até...à próxima? É, algo assim —  proferi sorrindo. Queria sair logo dali, ainda tinha que fazer outras coisas antes de ter um descanso.
R0Ç4 R0Ç4
avatar
Loreal Montecchio

Mensagens : 38
Data de inscrição : 31/05/2015
Idade : 17
Localização : Procurando estrelas-do-mar

Ficha de Personagem
Nível: 7
Health Points (HP):
80/160  (80/160)
Mana Points (MP):
80/160  (80/160)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Convidado em Sex Jun 05, 2015 1:24 pm

ATUALIZAÇÃO

Finn Lazulli - HP e MP completos.

Loreal Montecchio - +30HP e +30MP

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Naomi Hörn Ludwing em Dom Jun 14, 2015 1:44 pm




Alguns dias no Acampamento e eu já começava a sentir o peso do mundo, por mais que eu descansasse o turbilhão de coisas acumuladas (incluindo desgaste físico constante) me deixava quase imprestavel. Talvez tenha sido por isso que eu desmaiei durante um treino de armas naquele dia. Não sei o que houve, só que em um minuto eu estava lançando facas e no outro eu estava deitada sobre uma cama na Enfermaria. Sentia um delicioso gosto na boca, mas não me lembrava de ter comido ou bebido nada, meu corpo parecia novo em folha e esperando apenas uma ordem pra voltar a ativa, mas eu não ia exagerar mais uma vez, hoje seria um dia de descanso e por incrível que pareça eu gostava da ideia. Fechei os olhos e me deixei adormecer, mais tarde eu diria que estava bem para ser liberada, agora eu ia dormir um pouco.

avatar
Naomi Hörn Ludwing

Mensagens : 16
Data de inscrição : 11/06/2015

Ficha de Personagem
Nível: 6
Health Points (HP):
150/150  (150/150)
Mana Points (MP):
150/150  (150/150)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Apolo em Sab Jul 04, 2015 3:50 pm

Atualizado. 04.07


APOLO
avatar
Apolo

Mensagens : 138
Data de inscrição : 12/05/2015

Ficha de Personagem
Nível:
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Convidado em Qua Jul 08, 2015 7:32 pm

No dia seguinte a minha briga com Willyan me dirigi a enfermaria, a noite tinha sido cansativa, o banho pior ainda, mas mesmo depois de toda a dor dos ferimentos e da agonia de lava-los eu conseguir adormecer. O meu sonho tinha sido confuso e ao mesmo tempo vago. Era algo sobre minha infância, duas mulheres sentadas em cadeiras na areia, em alguma praia. Eu brincava no mar ao lado de um garoto, um garoto loiro. Eu o não o reconheci, mas seu nome era Kael, nunca imaginei que sonharia com algo assim. Então algo ficou ainda mais estranho. Do nada no meio da brincadeira um cão negro, o maior que eu já tinha visto na vida, apareceu sobre o meio da areia. O principal alvo eram as mulheres, elas ficaram apavoradas, então eu gritei: - VOLTE PARA AS TREVAS! - Logo depois de pronunciar as palavras o cão foi engolido pelo mesmo buraco que havia surgido. Acordei apavorado e ofegante. As dores do meu corpo me levaram até a razão. Eu me levantei com calma e me dirigi até o banheiro, lavei meu rosto e fiquei pensativo sobre o que aconteceu, desejava mais que tudo que fosse só um sonho e que nada disso tivesse acontecido, mas sabia que era pouco provável, apesar de ter algo haver com meu passado não quer dizer ao certo que fosse exatamente assim que aquilo havia acontecido.

Depois de colocar uma roupa limpa e dolorosamente me dirigir a enfermaria, nada melhorou. O local estava cheio de pessoas machucadas e doentes. Todos estavam meio feridos, meu machucado não ficava de fora, ao sentar em uma das macas e tirar a minha camiseta, esperei um longo tempo até que uma garota apareceu, o estranho foi que a pouco ela estava dormindo em uma das macas próximas a mim e no instante seguinte ela tinha se levantado e vestido um avental. "Deve trabalhar como ninguém" pensei comigo mesmo, a garota se aproximou enquanto eu verificava os ferimentos em meus braços, quando estava perto o suficiente se pronunciou: – Olá, sou Eleanor, já foi atendido?. -Eu sorri para a garota e respondi com firmeza - Ah, olá eu sou Damon. Não fui atendido ainda. - Nesse momento a garota sorriu gentilmente se ajoelhou ao meu lado. Eu fiquei apreensivo, ela começou a me examinar e comentou: "Bom,
está sendo atendido agora"

Depois de um tempo me examinando eu fiquei preocupado, mas a garota finalmente decretou que não era nada grave, apesar de muito doloroso, eu não morreria. Continuamos a conversar e eu sorri para ela. Finalmente pegou um copo de néctar e me entregou. - O chão precisa tomar cuidado com você, não sei se vai aguentar um gordo como você caindo nele outra vez. - Falou a menina e eu ri, o que fez meu corpo doer. A pequena piada da garota me fez notar como ela era puramente bela, nada forçado, um sorriso cansado, as olheiras do sono. Cada detalhe em seu cabelo ruivo, tudo isso a tornava bela, uma beleza natural, sorri um pouco para a garota e tomei a bebida em longos goles, aos poucos eu me sentia melhor, mais forte e um pouco mais aliviado. A garota me entregou mais algumas coisas enquanto conversamos e em pouco tempo já estava com as mãos cheias. - Damon te entreguei uma pomada, passe nos ferimentos ao acordar e antes de dormir, sempre após os banhos, passe um sabonete especial que te entreguei e se voltar a sangrar retorne aqui. - Disse ela e eu sorri. - Obrigado. - Ela acenou com a cabeça. - Não tem problema! Volte sempre que precisar e cuidado com o chão. - Me levantei e beijei seu rosto, caminhando com uma facilidade bem maior. - Acredito que não vai precisar voltar aqui. - Falou.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Convidado em Qui Jul 09, 2015 5:25 pm

HP e MP recuperados.

Atualizado. 09.07.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Mikoshiba Shiori em Sab Jul 18, 2015 7:05 pm



Branco e mais branco

If You Want To Be Metal / There Laws You Got Obey / The Laws OF Gods Of Metal / And That's What I Say... HAHAHA!
If You Want To Be Metal / No Avacalhation / Use Black Forever / Go To The Show Of / Massacration
Quando Junko caiu de joelhos no chão da arena, ela não imaginou que instantes depois desmaiaria enquanto era levada até a enfermaria. Nunca admitiria que em algum momento precisou de ajuda, apesar de agradecer em segredo aos que carregaram, pois sabia que sozinha não seria capaz de sair da arena, nem mesmo se arrastando.
A jovem se lembrava vagamente do que aconteceu na arena, mas quase nada após a nuvem de pó dourado. Seu corpo doía bastante, principalmente no braço direito onde sentia seu coração bater e uma forte ardência, mas estava escondido por ataduras que não a permitiam saber o motivo de sua dor. Que não esteja quebrado, desejou.
— Parece que você acordou — disse uma jovem garota de olhos verdes e cabelos dourados. — Quis se divertir com os monstros na arena sem usar proteções? Estou surpresa que você tenha apenas ferido o braço e passado um pouco do ponto do uso de seus músculos.
A prole de Hefesto não conseguiu prestar muita atenção no que a loira dizia, ainda estava muito zonza. Então a garota que parecia cuidar dela ofereceu alguma coisa para comer, o que deixou Junko feliz, já que ouvia sua barriga roncar e sabia que isso significava estou com fome.
A cada mordida, a asiática sentia-se muito melhor, como se as feridas se curassem lentamente enquanto ela ouvia mais uma vez as histórias da cultura de seus ancestrais por seu avô. O falecido não estava ali com ela, mas era uma presença muito semelhante para Junko, além da sensação de calma que aqueles momentos a ofereciam.
— O que é… — antes que terminasse a pergunta, deu mais uma mordida naquilo — essa coisa incrível?
A loira que agora era claro para Junko que é uma das enfermeiras, ou pelo menos ajudante, sorriu como se aquilo fosse muito óbvio. Antes de responder, ela pegou o que sobrava da comida das mãos da prole de Hefesto.
— Ambrósia. Ela ajuda a curar ferimentos, mas não recomendo que coma mais do que o necessário — explicou. — Sua ferida já deve ter sumido e logo você será capaz de lutar novamente — fez uma pausa para uma curta risada —, mas não recomendo enfrentar monstros tão cedo.
Junko deixou um sorriso escapar da sua expressão séria. Apesar de não gostar de ser desafiada ou subestimada, ela não se irritou com o que a outra dissera.
Em pouco tempo a semideusa recebeu alta para voltar a treinar, ou fazer o que desejasse. Exceto combate contra monstros de acordo com a garota que fizera ela rir pela primeira vez no Acampamento Meio-Sangue.

I Hate Freaks, I Hate All
avatar
Mikoshiba Shiori

Mensagens : 25
Data de inscrição : 15/07/2015

Ficha de Personagem
Nível: 11
Health Points (HP):
200/200  (200/200)
Mana Points (MP):
200/200  (200/200)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ártemis em Sab Jul 18, 2015 9:54 pm

Atualizada. 18.07.


if you wanna find love
then you know where the city is
avatar
Ártemis

Mensagens : 137
Data de inscrição : 11/05/2015

Ficha de Personagem
Nível:
Health Points (HP):
99999/99999  (99999/99999)
Mana Points (MP):
99999/99999  (99999/99999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Madison Köhler Schmittel em Dom Jul 26, 2015 9:49 pm

Eu realmente não sabia da onde tinha tirado forças para chegar até a enfermaria. Eu estava toda quebrada. Minhas costas doíam, os arranhões que eu tinha adquirido pelo meu corpo estavam ardendo e meu calcanhar já tinha passado de dor para o estado-crítico além da dor. Tudo isso somado a minha dor de cabeça me faziam querer voltar para o meu chalé e nunca mais sair de lá, só queria tirar uma bom cochilo. Mas eu sabia que não podia fazer isso sem tratar dos meus ferimentos que mais tarde poderiam inflamar se eu não tivesse cuidado.

Assim que cheguei a enfermaria fui amparada por um filho de Apolo, que me ajudou a chegar na maca sem cair e quebrar a cara no caminho. — Treino difícil, hein? — O filho de Apolo piscou para mim e logo depois sumiu da minha vista. E eu apenas me acomodei melhor na maca e deixei que as dores tomassem conta do meu corpo, eu tinha que me lembrar de usar mais equipamentos de proteção da próxima vez que fosse treinar. O filho de Apolo não demorou muito para voltar com a ambrósia em mãos. — Tome isso e eu cuidarei do resto — Ele disse enquanto me entregava o medicamento.

Mordi a ambrósia, mastigando-a e me deixando levar pelo gosto doce e familiar enquanto sentia o alívio tomar conta, agora eu estava livre das dores. Enquanto eu comia o resto da ambrósia, o filho de Apolo tratou de cuidar do meu calcanhar – que era a ferida mais grave. Meu calcanhar ficou envolto em bandagens e eu soltei um suspiro, eu tinha que tomar mais cuidado e não exagerar da próxima vez. — Pronto, agora você só precisa descansar e logo estará novinha em folha. Pode voltar ao seu chalé, se quiser — O garoto disse e me deu um sorriso amigável. — Obrigada — Devolvi o sorriso e me levantei da maca, indo em direção a saída da enfermaria.




 MADISON KÖHLER SCHMITTEL
That’s people. We arrive, we consume what we need, then we leave.
avatar
Madison Köhler Schmittel

Mensagens : 53
Data de inscrição : 24/05/2015
Idade : 18
Localização : Me procura num GPS

Ficha de Personagem
Nível: 9
Health Points (HP):
155/180  (155/180)
Mana Points (MP):
150/180  (150/180)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Drake Saltzman em Sex Ago 07, 2015 10:46 pm



Rebirth

O cansaço era evidente em meu corpo. Diversos hematomas eram distribuídos pela pele bronzeada, cortes que ainda se cicatrizavam. Isso tudo resultado de treinamentos intensos nas arenas, nunca achando que estava forte o suficiente. Mas naquele momento já mal conseguia me aguentar de pé, andava com o resto de forças que sobraram pelo acampamento procurando a enfermaria. Alguns campistas me olhavam, mas ignorava todos eles. O orgulho e ambição eram grandes o bastante para não me fazerem parar antes para me recuperar, e o resultado era aquele. Ser semideus não significava ser imortal; ainda havia a metade humana.

Ao entrar naquela espécie de "hospital meio-sangue", fui recebido por um dos curandeiros, que se aproximou rapidamente ao ver meu estado. Ele me conduziu até uma das macas, e então começou com os primeiros socorros. Enquanto distribuía os medicamentos, perguntava como consegui ficar daquele jeito, e meus lábios soltaram um rouco "muita porrada", seguido de um sorriso fraco e uma tosse seca.

- Fica tranquilo, você vai sair daqui novinho em folha. - Ele sorriu de volta e pegou algumas ervas.

Ainda deitado, fechei os olhos por um momento, deixando com que o garoto aplicasse suas poções e usasse seus dons de cura. No meio de todo o processo fazia uma oração a Apolo e a Asclépio, e aos poucos o cansaço se esvaía, junto da dor. Até que em um certo momento ele parou, me dando algo para beber. E assim o fiz, sentindo-me um tanto revigorado.

- Muito obrigado, cara, te devo uma. - Disse ao levantar da maca e ir em direção à porta. - Se um dia tiver de ceifar tua alma, vou guardá-la direitinha.





I've got a wicked demon
And his hunger never fades
◀️▶️
avatar
Drake Saltzman

Mensagens : 86
Data de inscrição : 23/07/2015
Idade : 21
Localização : Quer um GPS?

Ficha de Personagem
Nível: 25
Health Points (HP):
200/340  (200/340)
Mana Points (MP):
185/340  (185/340)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ex-staffmoza1 em Sab Ago 08, 2015 11:50 am

Atualizada. 08.08.


HÉRCULES
"...Mas minha dedicação e trabalho transformam tudo isso em apenas obstáculos ultrapassados."

avatar
Ex-staffmoza1

Mensagens : 99
Data de inscrição : 18/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Drake Saltzman em Seg Ago 24, 2015 11:31 pm



"cu" de "curando"

Para alguém que tinha acabado de voltar com vida do Limbo, ser amaldiçoado e ter seu lado demoníaco ativado, até que eu não estava tão ferrado assim. Os cortes e hematomas eram superficiais, nada tão grave. Ainda estava inteiro (apenas precisava de uns xaropes e um pouco de band-aid), mas precisava me recuperar para a próxima missão.

Entrei na enfermaria principal quase me rastejando; estava muito cansado, quase desmaiando. Utilizava minhas últimas forças para chegar até lá, com as peças de roupa sujas e rasgadas. O local estava vazio, até estranhara a presença de nenhum outro campista ali - talvez suas bundas gordas não lhes permitiam sair da mordomia que era a vida lá dentro para correrem o risco do mundo mortal. Tiago estava lá, lendo uma revista qualquer enquanto não chegava nenhum paciente, e logo correu para me ajudar, evitando com que caísse sem energias.

- É uma longa história, rapaz. Basicamente fui para outra dimensão, com direito a céu e inferno, e digamos que os caras lá não são tão amigáveis. - Tossi enquanto deitava na maca. - Só senta o dedo na cura. - Dei um sorriso fraco.

O filho de Apolo pegou alguns aparelhos e me examinou. Pegara também algumas ervas medicinais e começou a espalhá-las em meu corpo enquanto orava para Asclépio, junto de um creme, que amenizaram a dor. Em seguida ele começou a criar poções e pegar algumas que já estavam por ali, me oferecendo para bebê-las. Senti-me revigorado com aquilo, como se fosse um elixir de energia.

- Vá para o seu chalé e descanse, lembrando de tomar esse remédio. - O curandeiro por fim pegou uma caixa com comprimidos e me entregou-me. - Quando acordar estará novinho em folha. Só não tenta ficar arrumando confusão a toa. Mesmo sendo metade deus, ainda tem a parte mortal. Não é indestrutível.

Assenti e peguei o recipiente, saindo dali com um sorriso debochado no rosto. Thiago era um cara legal, mas eu tinha coisas a resolver ainda. Precisaria novamente em breve de seus serviços. Recarregaria minhas energias para voltar ao Limbo.




avatar
Drake Saltzman

Mensagens : 86
Data de inscrição : 23/07/2015
Idade : 21
Localização : Quer um GPS?

Ficha de Personagem
Nível: 25
Health Points (HP):
200/340  (200/340)
Mana Points (MP):
185/340  (185/340)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ex-Staff996 em Ter Ago 25, 2015 10:57 am

Drake Saltzman: 120hp + 210 mp

porque eu sou ruim

ATUALIZADO PELO PEIXE-BOI DE ATLÂNTIDA


IN A LAND OF GODS AND MONSTERS I WAS AN  ANGEL
avatar
Ex-Staff996

Mensagens : 36
Data de inscrição : 08/08/2015
Localização : Você não vai querer saber...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ash C. Pearson em Seg Set 07, 2015 4:43 pm

Oh ma douce souffrance
Sans lui je suis un peu paro, je déambule seule dans le metró pour oublier ma peine immense, je veux m'enfuir que toute recommence.  ▲


C'est un SOS,je suis touchée je suis à terre
Entends-tu ma détresse, y'a t-il quelqu'un?
Je sens que je me perds
L'entends-tu ? Est-ce que tu me vois?
Il te promet, fait de toi
Un objet sans éclat


Estava frio. Estava escuro. O cheiro era horrível ou o característico cheiro de hospital era o pior cheiro do mundo. Eu sentia dor no meu joelho, no meu ombro e uma dor um pouco mais incômoda na mão. Eu conseguia mexer os dedos, isso era um bom sinal. Eu só não entendi porque estava deitado, porque estava coberto e onde estava minha camisa, podia constatar apenas pelo fato de sentir o pesado lençol que me cobria roçar em meu peito.

Muito lentamente, eu consegui abrir meus olhos. Minhas pálpebras pesavam muito e eu não me lembrava de como havia ido parar ali. Muito menos quanto tempo fiquei desacordado ou como minhas alucinações foram. Porém, eu sentia muita calma, apesar de não obter as toalhas esterilizadas devidamente, devido ao pouco de poeira que eu notava na mesinha ou em uma garrafa que também estava lá. De qualquer forma, eu me sentia aliviado de não estar morto e me punia por ser tão louco e impulsivo, prometendo ao meu eu controlar-me perante a dor ou o que fosse.

Pelo jeito em que tudo estava mais calmo, já tinha sido tratado e senti, também, uma coisa pegajosa em minha mão quebrada, por baixo da faixa que a cobria. Eu estava mais relaxado, confortável, conformado. Diante de tudo isso, eu ainda me sentia com falta de sorvete. Olhando para o teto, eu só pensava em uma bela casquinha com sorvete de baunilha e mal reparei em um bilhete, que dizia que eu deveria comer do bolinho ao meu lado.

Comi-o e então reparei que estava escuro e que novamente sentia meus olhos pesarem e arderem, não resistiria ao sono e então, me entregaria, fechando-os levemente. A nova sensação de paz e calma voltou a me dominar, por isso, só esperava que eu pudesse ter uma longa e boa noite de sono, sem sonhos.

● Est-ce mon tour? Vient la douleur



Love is the only way
When you feel like there's no way out
avatar
Ash C. Pearson

Mensagens : 8
Data de inscrição : 06/06/2015
Idade : 19
Localização : Perdido

Ficha de Personagem
Nível: 3
Health Points (HP):
70/120  (70/120)
Mana Points (MP):
120/120  (120/120)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ex-Staff996 em Ter Set 08, 2015 8:55 am

Atualizado. 08.09.


IN A LAND OF GODS AND MONSTERS I WAS AN  ANGEL
avatar
Ex-Staff996

Mensagens : 36
Data de inscrição : 08/08/2015
Localização : Você não vai querer saber...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Maeve Chiyo Carthwright em Qui Jan 21, 2016 8:08 pm


Enfermaria

Ainda não havia amanhecido quando a porta da enfermaria foi aberta, dando espaço para Maeve entrar, mancando e segurando seu braço machucado. A garota olhou em volta procurando por alguém que pudesse lhe dar alguma informação de onde ir exatamente dentro da cabana e logo um filho de Apolo veio ao seu encontro, ajudando-a no caminho para a maca. O rosto da semideusa estava também arranhado, havia um pequeno corte neste, ela ainda vestia a parte de cima de seu pijama e o casaco que a aquecia antes agora estava amarrado na cintura. Antes de se deitar, a menina o desamarrou e colocou no chão ao seu lado.

O rapaz se assegurou que ela estivesse confortável antes de buscar os instrumentos de primeiro-socorros e um pano molhado para limpar a sujeira dos ferimentos. Maeve pegou o pedaço de ambrosia que lhe foi estendido e mastigou lentamente para sentir um gosto conhecido e adorado; mesmo seus ferimentos não sendo graves, o pouco da comida ajudou o suficiente para apenas bandagens serem utilizadas. Se pondo de pé pode perceber que a dor na perna que sentia anteriormente agora não era mais um incômodo, e seu braço estava coberto de esparadrapos por precaução. Com o casaco em mãos, a menina agradeceu pelos cuidados e caminhou para a saída da enfermaria, ela buscaria dormir um pouco antes do café da manhã.


Maeve Chiyo ❃
Terceira Coorte
avatar
Maeve Chiyo Carthwright

Mensagens : 44
Data de inscrição : 20/07/2015
Idade : 19

Ficha de Personagem
Nível: 26
Health Points (HP):
2600/2600  (2600/2600)
Mana Points (MP):
2600/2600  (2600/2600)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Juliette Hölstteim em Dom Jan 24, 2016 5:18 pm


dá buff aqui, miga
porque o forninho tá difícil de segurar
O band-aid que fora colado no ponto de corte acima de sua sobrancelha já estava encharcado com o sangue purpúreo, gotículas já escorrendo pela face suada da progênie de Hades. Sentia o corpo dolorido e cansado por conta da atividade física que lhe custara os treinos de combate corpo-a-corpo. Os braços desnudos revelavam a pele clara com os hematomas da luta, arroxeados em certos pontos, bem como nas pernas da semideusa. Fora com dificuldade que andara até a ala hospitalar do acampamento, na finalidade de ter sua saúde restaurada, a disponibilidade revigorada.

Adentrou o estabelecimento, procurando logo por uma maca vazia. Não estava muito movimentado, o que significava que não tardaria em ser atendida. Não muito tempo depois, uma moça baixinha se aproximou, trazendo na face de traços suaves um sorriso receptivo e olhos de brilhos acalentadores. Trajava um jaleco medicinal por sobre roupas comuns, camiseta azul clara e shorts de laica. A loira esquadrinhou Juliette com os olhos antes de se pronunciar.

Oi! — seu tom era alegre e bem humorado. — Eu sou Rey, curandeira aqui. Vamos te examinar. — Rey não deu espaço para que Julie falasse. Agia com leveza ao perpassar as mãos pelos machucados da garota, examinando e alguns, até, curando com seus afagos. Era incrível, Juliette confessava. Por fim, a garota se afastou por uns minutos e retornou em seguida, trazendo-lhe um copo com um conteúdo amarelado, e, ao lado, uma pílula. — Bom, beba isto e tome o remédio. Vá descansar, também. Amanhã você estará nova em folha.

Deixou a bandeja no criado-mudo ao lado da maca da filha de Hades e foi atender outro paciente. Juliette pegou o copo e cheirou o líquido, o olfato avisando-lhe tratar-se de uma bebida doce. Pegou o comprimido e jogou-o direto na garganta, engolindo-o de uma vez sem a necessidade de beber algo. Em seguida, sorveu de uma vez todo o conteúdo do copo, o sabor agridoce de caramelo espalhando-se pelo seu paladar e esquentando seu âmago. Ao finalizar, pousou o objeto sobre a bandeja e ergueu-se, dirigindo-se para a saída, mas não sem antes dirigir à curandeira um sorriso agradecido.


Hey, Satan! Payin' my dues playin' in a rockin' band. Hey mama! Look at me! I'm on my way to the promise land! Uau!


I'm on the highway to hell. don't stop me!
avatar
Juliette Hölstteim

Mensagens : 12
Data de inscrição : 12/01/2016
Localização : Olha na sua cama.

Ficha de Personagem
Nível: 4
Health Points (HP):
130/130  (130/130)
Mana Points (MP):
130/130  (130/130)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Ex-staff122 em Seg Jan 25, 2016 9:02 pm


ATUALIZADO

EROS
avatar
Ex-staff122

Mensagens : 33
Data de inscrição : 20/01/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Abby O. Black em Ter Jan 26, 2016 7:33 pm

Mama, oh, I don't wanna die


Abby tinha um plano, estava tão determinada a segui-lo que nada mudaria isso para a semideusa, se ela queria, assim faria. Ela entraria na Enfermaria, pegaria as coisas que precisava e daria o fora sem Sebastian ter a chance de vê-la.
Isso não funcionou.
A filha de Poseidon chegou na metade do caminho com sucesso e sem chamar atenção para si mesma, isso foi antes de esbarrar em um corpo sólido atrás de si. O impacto a levou direto ao chão.
— Abby, o que você está fazendo aqui? — Sebastian perguntou, ajudando a colocá-la de pé.
A semideusa olhou ao redor, calculando suas possíveis rotas de fuga. Ela não tinha chance, eram filhos de Apolo por todo o lugar. Com um bufo, Abby caminhou até uma das camas e sentou-se.
— Eu estava brincando com Megan e cai. — explicou, mostrando o ferimento no joelho.
O filho de Apolo estudou a ferida por um tempo antes de soltar uma risada.
— Tem mais areia aqui do que na praia, Abbs. — ele murmurou, levantando-se e dando um beijo na testa dela antes de pegar uma tina com água e panos — Vamos limpar isso aqui.
Sebastian molhou o pano e preocupou-se em cuidar do ferimento de Abby enquanto a própria tomava o néctar que uma garota havia lhe entregue. Ela sentia a ardência da água no ferimento, ao menos tempo que sentia a água lhe curando como sempre fazia. Quando o filho de Apolo declarou que ela estava pronta, a prole de Poseidon fez menção de levantar antes de ser barrada.
— Descanse um pouco. Todos os hematomas uma hora farão algum dano no seu cérebro. — brincou, tocando a testa dela com o indicador e provocando um revirar de olhos — Vou cuidar de Megan.
Considerações:

Nível 8
Cura pela água II – Você pode curar cortes e ferimentos ao ter contato com a água, 25HP ao todo. Em casos de queimadura recupera 35HP
don't kill me


Just keep swimming

avatar
Abby O. Black

Mensagens : 54
Data de inscrição : 15/05/2015

Ficha de Personagem
Nível: 12
Health Points (HP):
210/210  (210/210)
Mana Points (MP):
210/210  (210/210)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum