Lago

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lago

Mensagem por Big boss em Dom Maio 17, 2015 4:01 pm


lago

Logo após os campos de morangos, há um local muito procurado por aqueles que merecem um pouco de descanso, o lago. Ao meio há uma plataforma estreita feita de pedra que divide o local em duas partes.
A primeira parte é rasa e usada freqüentemente pelos semideuses em busca de apenas banhar-se. Após a plataforma, o lago torna-se maior, caindo em direção ao meio da floresta. Náiades e Sátiros usam a segunda parte para disponibilizar canoas e botes aos semideuses que se arriscam a descer o lago.

avatar
Big boss

Mensagens : 204
Data de inscrição : 11/05/2015

http://rpgargentum.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Qui Jul 09, 2015 6:50 am


never
found a shooting star and there's holes in my jeans I didn't win the lottery or build a time machine I never had much at all but I still got everything to lose cause I don't want anything... but you.
Peguei o maço de cigarros e balancei a caixinha, pelo barulho soube que ainda tinham dois  deles la dentro, abri o pacote, havia um cigarro normal, de tabaco e um outro, um tanto suspeito. - Nem me lembrava de ter isso aqui. - Falava rindo, pegando o "cigarro de Cannabis" e olhando para mesmo. - Ser pego com tabaco já seria ruim, mas com isso... - Falava com um sorriso maldoso. - Bem, eu não me importaria mesmo, eles que se metam no meu caminho. - Falei e olhei ao redor, alguns filhos de Zeus dormiam em camas distantes da minha, ainda era de noite, mas muitos já haviam caído no sono, por algum motivo que até hoje tento decifrar eu amo a noite, muito mais do que o dia e sua luz do sol, o que me era estranho, afinal era filho do céu, irmão do sol. De toda forma vesti uma bermuda e deixei a camiseta no chalé, levando comigo somente a espada em forma de anel e maço com os cigarros. - Um Cérbero.. não é bem seu tipo, em pai? - Falava para o céu, já fora do chalé. - Deve estar orgulhoso! -  Comentei sarcástico, fechando a porta com um baque alto e começando a caminhar, a passo que trovões no horizonte eram minha resposta. Já distante pude ver luzes se acendendo dentro do chalé de Zeus.

Depois de uma meia hora caminhando sem rumo me deparei com o lago, já era tarde da noite, mas estava quente o suficiente para ficar bem sem qualquer agasalho, peguei o cigarro e sentei com os pés na água. - Que idiotice, Damon... - Eu estava sozinho, não era louco, não tanto, mas havia esquecido o meu zippo dentro do chalé. - Bem, para um filho de Zeus sempre temos um jeito. - Falava com um sorriso de escarnio, tirando o cigarro da boca e apertando sua ponta, passando com correntes elétricas pelo mesmo, focando em sua ponta, de repente a fumaça leve começou a subir e cheiro de tabaco perfumou o ar. - Muito bem menino faísca. - Continuava falando sozinho, mas não tive uma tempo para resposta de mim mesmo, traguei o cigarro, com um leve espreguiçamento em seguida. - Oh... isso é quase tão bom quanto o que estou guardando. - Falei e traguei cigarro outra vez, prendendo a fumaça na boca e dando um salto no lago, me molhando por inteiro e fazendo um leve barulho de água na calada da noite. Já embaixo da água soltei a fumaça do cigarro lentamente, a vendo subir com leveza. "Tem alguém lá cima, e não vai pegar meu cigarro", pensava animado, subindo para a superfície, para identificar a silhueta que a pouco tinha avistado.

Arma em forma de anel:
Tears of a Angel - Uma lamina de fio duplo feita de Ferro Estígio, a lamina se liga a um cabo feito puramente de ouro com um enorme diamante encravado no mesmo, sendo este seu pomo. Tem gravuras em latim: "E de geração em geração, o submundo ira conceber a força para o sangue do seu sangue". Quando não está em uso o portador pode transfigurar a arma em um anel de ouro em formato de Cérbero que se agarra ao seu dedo.
SMOOOOOKE ON THE WATER

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Nymeria Wyatt Rheon em Seg Jul 13, 2015 1:25 pm

Now we've got problems


Era tarde e já quase todos os campistas se encontravam em seus chalés dormindo porém isso não fizera com que Nymeria tivesse vontade de os copiar e ceder ao sono. Alias, ceder a qual sono? Nymeria era uma pessoa noturna, se sentia bem na escuridão da noite, não fosse ela filha de Hécate.
O lago sempre era seu local favorito para meditar e contatar sua mãe, algo que ela fazia com alguma regularidade. Se sentia protegida quando conversava com ela. Não tinha a certeza se suas palavras eram ouvidas mas ainda assim ela usava aqueles momentos para desabafar e prestar culto à deusa.
Montara um pequeno altar atrás de umas árvores. Duas velas dispostas na sua frente, uma taça com oferendas e um pau de incenso constituíam esse mesmo altar.


...


Ela estava já em profunda meditação quando ouviu uma voz ali perto. Bufou e tentou ignorar o barulho, fechando novamente os olhos com força e estendendo as mãos até às velas. Ela estava a meio de uma conversa importante que não poderia ser interrompida, contudo tal acabou por acontecer. A filha de Hécate perdeu a concentração e se levantou, sacudindo a grama que se agarrara às suas pernas. A passos rápidos e furiosos, se deslocou até junto da berma do lago. Os barulhos haviam cessado mas o intruso não fora embora. Estava debaixo de água. Nymeria cruzou os braços, aguardando o regresso da criatura até à superfície. Seus olhos pousaram por breves instantes no maço onde estava guardado um "cigarro" interessante.
Sua atenção fora novamente roubada pelo intruso que parecia finalmente regressar à superfície.
- Você não deveria estar no chalé dormindo como todos os outros campistas?
Nymeria batia com o pé no chão, aguardando uma resposta do garoto que não parecia incomodado com a presença dela ali.
- Você é assim tão anormal que para além de falar sozinho não sabe falar baixo?
A filha da magia já era por natureza embirrante, mal humorada e sarcástica, porém quando o cansaço se abatia sobre ela, as coisas pioravam. "Ainda por cima você estava no meio de uma conversa super importante Nymeria!" era o pensamento que assombrava sua mente naquele momento.
- Ela vai descontar em mim agora e a culpa é sua!
Sabia como Hécate funcionava, aquilo seria entendido como um desrespeito e claro que quem sairia prejudicada seria sua filha e não aquele garoto que surgira do nada.
Bufou e regressou para junto do seu altar, apagando as velas com os dedos. Já não valia a pena voltar à meditação.


Thanks Abbs



Blue hydrangeas
The power of youth is on my mind, sunsets, small town, I'm out of time. Will you still love me when I shine, from words but not from beauty?
avatar
Nymeria Wyatt Rheon

Mensagens : 34
Data de inscrição : 23/05/2015
Localização : No meu bolso

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Sab Jul 18, 2015 12:09 am



Dream's come true


It's only me who wants to wrap around your dreams
Have you any dreams you'd like to sell
Dreams of loneliness.





Era uma bela manhã. Eu me encontrava ainda no chalé de Hermes, juro que não aguentava mais aquele lugar. Me levantei como de costume, utilizando apenas minha samba-canção fui até a fila de sempre para poder tomar meu banho e fazer minha higiene rotineira.
Passaram-se trinta minutos até que eu entrasse e saísse lá de dentro. Estava renovado, como sempre acontecia quando saia de dentro daquele lugar. Aquela água quente que escorria pelo meu corpo era uma beleza.
Assim que me troquei, colocando uma calça de sarja branca, uma camisa social da mesma cor e um tênis bege de DC , eu sai do Chalé, já estava na hora de sair para conhecer melhor aquele acampamento.
Caminhei devagar, encarando todos os machos por quem passava, quase sempre piscando e sorrindo para as donzelas que apareciam em meus caminhos.

-//-

Demorou alguns bons minutos para que eu chegasse até o Lago, senti minhas costas começarem a suar devido a caminhada e aquele sol forte, desabotoei dois botões de minha camisa, mostrando um pouco mais de meu peitoral, mas nada extravagante demais.
Aquela água me chamava para tomar um banho, deveria estar tão geladinha... Não, não podia me render aquela tentação ainda. Procurei um lugar na grama para me sentar e apreciar a vista enquanto observava as pessoas em volta.
Quem sabe alguém demonstrasse algum interesse no menino de olhos verdes e quisesse puxar assunto.









Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Megan W. Drakhale em Sab Jul 18, 2015 12:44 am


#hello #darkness #old #friend

Eu necessitava respirar um pouco e o lago era o único local que me fazia sentir perto de casa. Ainda havia muito como  que me acostumar. Era tudo tão diferente e me sentir perdida não era algo anormal ao parecer dos demais campistas. Era como se eles estivessem acostumados a ver rostos assustados o tempo todo. Me perguntava se um dia realmente ficaria como eles, se me acostumaria a ver gente nova a todo momento e a viver essa vida tão diferente. Confesso não ser a pessoa mais social do mundo e não pensava em tão cedo me tornar uma deles, mas tudo se encaminhava para isso. Era gente demais, falatório demais, eu não estava acostumada a isso. Recorri ao lugar que me lembrava um pouco de casa. Do silêncio, da calmaria a beira do lago. Estava tão acostumada a neve e agora tinha de conviver ao sol intenso e sempre brilhante. O vento era reconfortante por si só, mas nada era e jamais seria igual. Estava na hora de me acostumar, mesmo que contra minha própria vontade. O lago não era muito diferente dos demais espaços coletivos do acampamento. Sempre com bastante movimento, busquei por um local mais afastado e isolado para me sentar. Mas pensar nisto era quase impossível. Rocei minhas mãos pelo gramado e fechei os olhos por uns instantes, era como se em algum lugar em minha mente eu tentasse me convencer a aceitar aquela nova vida.  Observava o vento acariciar as folhagens das árvores à margem do lago.

Já havia perdido a noção de há quanto tempo estava ali parada a admirar a beleza estonteante daquele lugar mágico. Mesmo acostumada a solidão de viver quase sozinha naquele orfanato, me permitia rir ao ouvir alguma piada distante entre os campistas ali presentes. Tudo bem, talvez aquela nova vida não fosse de toda tão insatisfatória.  Distraí-me ao notar as pequenas gotículas de água congeladas na palma das minhas mãos  se congelarem e em questão de segundos derreterem. Minha atenção foi tomada por um dos campistas que se acomodou próximo de mim. Ele parecia bastante entretido com os outros  que desfrutavam do tempo ao redor do lago. Mas era notável que estava desacompanhado. Seria correto ao menos cumprimentá-lo? Minha mente divagou enquanto pensava no que fazer, os segundos passaram e só então voltei a mim e percebi estar o encarando a tempo demais. Um sorriso amarelo de vergonha formou-se em meus lábios e não sabia como agir. Voltei meu olhar para a água cristalina do lago, tentando pensar que não tinha agido de tal maneira. Não era assim que se fazia amigos, era? Ótimo, agora além de só, eu era a estranha daquele lugar. Que ótimo começo.



Última edição por Megan W. Drakhale em Seg Jul 20, 2015 9:37 am, editado 3 vez(es)
avatar
Megan W. Drakhale

Mensagens : 13
Data de inscrição : 15/07/2015

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Sab Jul 18, 2015 1:02 am



Dream's come true


It's only me who wants to wrap around your dreams
Have you any dreams you'd like to sell
Dreams of loneliness.





Enquanto coçava meus cabelos e continuava a encarar disfarçadamente os semideuses próximos e a ouvir suas conversas  percebi que uma Loira estava ao meu lado, juro não te-la notado antes.
Ela estava sozinha, assim como eu, seria outra novata?
Virei meu rosto em sua direção, ainda deitado na grama, e percebi que ela me encarava. Por um momento fiquei sem saber o que falar, na verdade era bem comum eu  ver garotas me encarando mas não tão concentradas dessa forma. Não parecia estar admirando minha beleza, disso eu tinha certeza.
Correspondi seu sorriso com um de canto e a garota voltou a encarar as águas.
- Olá, sorridente. Me chamo Leone. - falei calmamente, enquanto levantava minhas costas da grama e dava leves tapas para tirar um pouco que tenha ficado ali - Mas alguns me chamam de Leão. - fiz uma pausa bem breve, apenas para voltar a observar seus olhos azuis.
- Posso saber seu nome, branca de neve? - perguntei, referindo-me a sua pele tão branca quanto a neve.









Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Megan W. Drakhale em Sab Jul 18, 2015 1:59 am


#hello #darkness #old #friend

O problema em minha discrição em qualquer situação era que ela era quase nula. E tentar desviar a atenção acabava por chamar ainda mais. Eu estava encarando um campista desconhecido por sabe-se lá qual motivo e havia sido pega no ato. O que de pior poderia acontecer além do fato de ser pega? Ele querer conversar. No instante em que percebi que sua atenção estava voltada para a minha pessoa, quis ser como os pequenos cubos de gelo que criara anteriormente e derreter. Talvez não derreter literalmente, mas sumir de vista. Ele parecia ser amigável, afinal. O observava na tentativa de retirar as pequenas folhas de gramas de suas costas. Com toda a certeza eu teria que imitar suas ações ao me levantar, já que estava sentada sobre a grama também. "Leone.. Leão?" Sua expressão, apesar de divertida, demonstrava que suas palavras eram verdadeiras. seus olhos verdes foram de encontro aos meus e rapidamente desviei o olhar, arrancando um pedaço de grama a minha volta. — Me..Megan — Exibe o melhor sorriso e me contive para não rir da sua tentativa de ser engraçado ao me comparar a tal princesa.

"Ok, agora simplesmente continue a conversa e conheça ao menos uma pessoa por aqui". — Desculpa ter lhe encarado daquela forma, não foi nada educado, mas não foi proposital. — As palavras começaram a se acumular numa falha intenção de me desculpar pelo mau inicio. — .. Eu não costumo ficar observando as pessoas assim, quer dizer, eu observo as pessoas sim, sempre. Mas não do jeito estranho de observar as pessoas, entende? — Desatei a falar sem parar e agora com certeza ele deveria estar arrependido de ter iniciado a conversa. Com certeza deveria estar me achando uma louca. Joguei as folhas de grama de volta ao local onde estavam antes e suspirei confusa. — Desculpa, é que eu sou nova aqui e.. bom, já deu a perceber que não sou das mais normais, não é?"POR FAVOR, CALE-SE". Onde eu reuniria coragem para olhar para o rapaz depois de tudo isto. Não me arriscaria a ver se sua expressão era a de simples confusão ou a de constatação da ansiedade total em me desculpar. Um segundo passou e pude ouvir sua respiração, ao menos ele ainda não havia empenhado fuga dali.



Última edição por Megan W. Drakhale em Seg Jul 20, 2015 9:39 am, editado 1 vez(es)
avatar
Megan W. Drakhale

Mensagens : 13
Data de inscrição : 15/07/2015

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Sab Jul 18, 2015 2:16 am



Dream's come true


It's only me who wants to wrap around your dreams
Have you any dreams you'd like to sell
Dreams of loneliness.





É, de uma coisa eu já tinha certeza a respeito daquela semideusa chamada Megan ela era ou muito tímida ou... Não, ela era muito tímida mesmo. "Ela não faz seu tipo idiota, pare já com esses pensamentos" - pensei comigo mesmo, queria afastar pensamentos maliciosos, era apenas uma boa conversa entre dois plenos desconhecidos. Ela era novata ali e não conhecia ninguém de verdade, era exatamente como eu.
Sorri ao ouvir sua voz, pelo menos ela tentava conversar comigo, já era um bom começo... Para os dois.
- Calma ai, não vou te bater nem nada. - falei, deixando uma risada abafada sair logo após.
- Desculpe! - falei rápido, não queria que ela me achasse um idiota grosseiro, se bem que em algumas vezes eu poderia ser... Mentira, eu não era grosseiro, nem um pouco.
- Coincidência então, também sou novato aqui. E bem, acho que nenhuma das pessoas que vive aqui neste acampamento é totalmente normal. - disse, agora olhando para as nuvens no céu.











Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Megan W. Drakhale em Sab Jul 18, 2015 9:11 pm


#hello #darkness #old #friend

Nunca fui e talvez nunca chegue a ser o tipo de pessoa sociável a que todos esperam, mas acredite, eu me esforço. Minha primeira reação ao ouvir sua fala foi de surpresa. Mas tinha plena certeza de que não se tratava de uma ameaça real, por isso resolvi entrar na brincadeira juntamente a ele. — Eu juro que você não sairia tão machucado se tentasse. — Sorri de forma alegre e descontraída, a primeira vez que fazia aquilo em tempos. Estava tentando passar uma imagem de descontração, mesmo no anseio de parecer um tanto boba. Ele fora o único que resguardara um pouco de seu tempo e o cedeu para tentar uma conversa civilizada. Apreciei sua presença por este fato em questão.

Toda a tensão se dissipou no instante em que ele confessou também ser novo por ali. Era bom e reconfortante saber que não era a única carne nova no pedaço. Meus olhos voltaram a se concentrar na forma como a água se movia no lago. — Mas aposto que por enquanto estou no topo da lista de pessoas não totalmente normais, não é? — Sim, eu estava tentando descontrair e dar continuidade a nossa conversa. E mesmo que não me saísse bem, ao menos estava tentando. — E como você veio parar neste acampamento, Leão? — Era arriscado lhe chamar pelo apelido, isto demonstrava certo grau de intimidade que ainda não sabia se poderia utilizá-lo.

Minha intenção não era tanto de demonstrar certo interesse na vida pregressa do semideus, mas apenas demonstrar que estava começando a me sentir um pouco a vontade em sua presença e que se acaso necessitasse, eu ainda estaria ali para lhe ouvir falar. O calor do verão não me incomodava, mas era só questão de me acostumar as altas temperaturas e logo poderia ter certeza de poder me divertir tanto quanto os demais campistas ao redor da beira do lago. Só tinha incerteza em quanto tempo demoraria para tal coisa chegar a acontecer.



Última edição por Megan W. Drakhale em Seg Jul 20, 2015 9:40 am, editado 1 vez(es)
avatar
Megan W. Drakhale

Mensagens : 13
Data de inscrição : 15/07/2015

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Sab Jul 18, 2015 9:43 pm



Dream's come true


It's only me who wants to wrap around your dreams
Have you any dreams you'd like to sell
Dreams of loneliness.



Sorri de canto ao perceber que a semideusa começava, aos poucos, a se abrir com o estranho que ela havia acabado de conhecer.
- Você não aparenta ser tão forte... - falei me referindo a seu porte físico - Mas aprendi que não devo julgar as pessoas pela capa, principalmente quando todos são meio-deuses aqui. - completei, voltando a olhar para as pequenas gotículas de água em sua mão que hora se tornavam gelo e logo em seguida voltavam a sua forma líquida. "Wow"
- Olha, não sei... Afinal um garoto que anda e treina com ternos e roupas sociais não é lá bem normal. - falei, deixando bem claro que era de mim que eu falava.  Ela não estava no topo da lista, disso eu tinha certeza, se tivesse que alguém estar no topo das pessoas estranhas deveria muito bem ser um filho de Hermes, e ela não tinha o ar de um semideus destes.
No momento em que a garota me chamara de Leão um sorriso largo apareceu em meu rosto e logo tentei o disfarçar ao virar meu rosto para outras pessoas que aproveitavam o Lago com o sol de verão.
- Bem, digamos que eu vim por conta própria. - afinal, não era todo dia que chegava um semideus sozinho e sem nem saber do que se tratava o local - Meu pai, Morfeu, durante muito tempo colocou alguns sonhos em minha mente, e no final destes sonhos eu sempre vinha parar aqui no Acampamento. - expliquei.
Fiz uma leve pausa para respirar e deixar Megan 'absorver' toda a informação. Passei minha mão esquerda por entre meus fios ruivos de cabelo e os coloquei para trás.
- Acabou que um dia peguei minhas coisas e falei para minha mãe que iria sair de férias. E vim atrás deste lugar. - conclui enquanto virava meu rosto em direção à garota com um sorriso fraco em meu rosto, por me lembrar de minha mãe... Para dizer a verdade, eu me sentia bem longe daquela casa e de meu padrasto idiota, mas as vezes a faltava que minha mãe fazia trazia uma dor no peito.
- E você, Megs, como veio parar nesse 'resort para loucos?' - falei enquanto me levantava devagar, dando alguns pequenos tapas em minha bunda, não queria andar por ai com a bunda cheia de grama e terra.










Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Megan W. Drakhale em Seg Jul 20, 2015 12:21 pm


disputando o topo do resort para loucos

A parede de gelo entre nós aos poucos parecia derreter, talvez fosse o calor ambiente, ou talvez não. Soltei uma risada fraca ao o ouvir falar sobre treinar em trajes mais formais e por um segundo a cena se passou em minha mente. Essa seria com certeza uma cena que eu gostaria de apreciar. — Tudo bem, tudo bem, então dividimos o primeiro lugar, que tal? — Arqueei a sobrancelha esquerda com a sugestão, rindo ainda mais. Mas o sorriso logo sumiu dando lugar a um semblante confuso e indignado. Ele tinha escolhido estar ali, por pura vontade própria... era confuso e ao mesmo tempo digno de raiva. Mas então vieram as suas explicações e aquela parecia uma história interessante. Senti certa pontada ao ouvi-lo falar do contato antecedente que seu pai teve para com ele. Quione jamais tentara fazer contato, não que eu me lembre. Pelo visto os sonhos do garoto haviam se tornado realidade. Fiquei imaginando como seria se nós soubéssemos desde sempre a nossa verdadeira história. Será que eu e Leon estaríamos tendo essa conversa agora? Podia apostar que tudo seria diferente. Estava apreciando sua companhia, então de certa forma ficava agradecida pelo tudo ter ocorrido da forma como se sucedeu.

Pensando bem, o posto de pessoa mais estranha deveria ficar contigo! — Disse em meio a balançar de cabeça negativo. — Quem em sã consciência deixa tudo pra vir pra cá? — Eu o estava julgando, infelizmente, mas diferente de muitos ele pode tomar suas próprias decisões e se eu estivesse em seu lugar... será que teria feito algo diferente?  Suas feições repentinamente se tornaram quase tristes e notei que aquele não era um de seus assuntos favoritos. Era melhor respeitar sua decisão, afinal, ele deveria ter ótimos motivos para estar ali. Apoiei os cotovelos na grama e cruzei as pernas enquanto novamente minha atenção era tomada por algum ponto aleatório no lago. — Queria poder dizer que é uma história legal, mas infelizmente não. — Olhei para o garoto que tentava limpar a sujeira de sua roupa, sorri discretamente enquanto o observava.

Eu morava no Canadá, cresci em um orfanato e tava tudo bem, sabe? — Olhei para ele e dobrei os joelhos, os abraçando de forma tímida. — E num belo dia me encontraram, o que eu não imaginava que mudaria a minha vida. — Sorri para o garoto. — De um dia para o outro eu vim parar nesse resort de loucos. Sem glamour, sangue ou nada demais. — Minha risada foi quase impossível de ser controlada, aquele era um ótimo adjetivo para o acampamento. Não conseguia acreditar que pela primeira vez estava conseguindo manter um dialogo normal com alguém que não fosse um boneco de neve ou similar. Suspirei ao notar que diante de agora tudo seria diferente. — E agora, Leão, o que acontece a seguir? — Minha pergunta era retórica. Por um instante senti medo de não saber como seriam meus dias, os anos, minha vida. Era tudo uma página em branco.

avatar
Megan W. Drakhale

Mensagens : 13
Data de inscrição : 15/07/2015

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Ter Jul 21, 2015 10:22 pm



Dream's come true


Some legends are told
Some turn to dust or to gold
But you will remember me
Remember me for centuries.



É, finalmente havíamos chego a um consenso. Olhei para as nuvens branquíssimas no céu e não demorei a sorrir devido ao que estávamos conversando, é eu realmente era o mais louco entre todos afinal havia vindo por conta própria até o acampamento enquanto a maioria só queria poder voltar para o local de onde vieram.
- Incrível como a maioria das pessoas aqui parecem ter sido obrigadas a vir para cá. - falei ainda olhando para aqueles algodões-doces esbranquiçados a cima de nossas cabeças.
Tudo que Megan vinha falando era complicado, sua vida mudou drasticamente em todos os sentidos possíveis e bem, ela não teve a chance de protestar, falar que não gostaria de vir para esse 'resort'.
Ainda em pé, me virei para a garota enquanto a escutava perguntar sobre o que viria a acontecer em seguida... E bem, eu também não tinha a resposta certa para isso. Queria poder falar que ficaria tudo bem, que iriamos viver todos felizes para sempre dentro das barreiras do acampamento, mas algo me dizia que não era verdade. Então me limitei a dizer apenas o que eu iria fazer dali em diante:
- Faço a minima ideia... Só sei que não se deve pensar muito nessas coisas. - inspirei fundo enchendo os pulmões de ar fresco - A única coisa que podemos fazer é aproveitar este tal 'resort' enquanto temos tempo. - finalizei enquanto me aproximava dela pelo canto e bagunçava um pouco seus cabelos
- Mas pensando bem, um banho no lago seria um bom inicio - deixei um sorriso largo escapar enquanto observava as águas cristalinas do lago se movimentando enquanto algumas semideusas entravam para banhar-se.
Esperei alguma reação da semideusa para então ir mergulhar naquelas águas quase transparentes.  









Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Ter Jul 28, 2015 10:02 pm


never
found a shooting star and there's holes in my jeans I didn't win the lottery or build a time machine I never had much at all but I still got everything to lose cause I don't want anything... but you.
Se deparou com a voz irritante e autoritária de uma loira que não parava de reclamar: - Ah pois não, boa noite também. - Falou em tom irônico. - Sim,com certeza também é um prazer te conhecer, eu sou Damon.- Continuou, mantendo o sarcasmo e a ironia. - Eu até deveria estar dormindo, tu também, mas para você pare que não, está acima das regras, com certeza. - Afirma saindo da água, tipico com seu sorriso sarcástico e então pegando seu cigarro que tinha deixado próximo da caixinha, queimando ardente, tragou ele mais uma vez, devido ao tempo que ficou na água ele tinha terminado de queimar, então só foi possível tragar mais uma vez antes de apagar a bituca.

- Bem senhorita, você não é muito normal também, se não está dormindo, ou está fazendo algum tipo de macumba na madrugada ou está com insonia. - Disse, soltando a fumaça tragada lentamente, fazendo um leve bico para que a fumaça escapasse de seus lábios. - Mas então, quem é que vai te prejudicar ? Eu posso ajudar se quiser. - Afirma passando a mão no abdome trincado, com um largo sorriso nos lábios, completando após alguns roncos. - Mas antes preciso comer algo. Engraçado... - Diz, se abaixando e pegando a caixinha com o cigarro especial. - Por que estou com larica tão cedo? - Se pergunta, girando o anel em forma de Cérbero, sorrindo alegremente. - Deveria ter mais conhecimento antes de acusar alguém de falar sozinho, proles do inferno podem manter contato com espíritos. - Completa.


Arma em forma de anel:
Tears of a Angel - Uma lamina de fio duplo feita de Ferro Estígio, a lamina se liga a um cabo feito puramente de ouro com um enorme diamante encravado no mesmo, sendo este seu pomo.  Tem gravuras em latim: "E de geração em geração, o submundo ira conceber a força para o sangue do seu sangue".  Quando não está em uso o portador pode transfigurar a arma em um anel de ouro em formato de Cérbero que se agarra ao seu dedo.
SMOOOOOKE ON THE WATER



Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Convidado em Seg Ago 10, 2015 6:39 pm

Postagens pausadas entre Nymeria e Damon

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Maximillian Mortiri em Dom Ago 23, 2015 4:42 pm




The angel of victory


Três dias vivendo entre guerreiros gregos, criaturas mágicas e possivelmente outras classificações sobrenaturais indefinidas com certeza foram mais emocionantes que as aulas que eu havia perdido naquele semestre. Porém, sem algumas características da vida de milionário para me distrair da minha própria impaciência pessoal. O serviço ali não chegava a ser gourmet, mas era satisfatório. Claro que ter de descartar uma parte de meu valioso jantar para a vadia que me se mandou logo depois de me expulsar de seu ventre era no mínimo ridículo, mas dos males era o menor. Eu estava começando a realizar alguns treinos físicos, como todos ali faziam (Afinal, sedentarismo era a última das decadências às quais eu estaria disposto a passar). Socializar nunca fora fácil para mim e fora meus irmãos, ninguém ali parecia capaz de conquistar o título de "suportável". Eu queria incendiar o cabelo daquelas filhas de Afrodite que usavam espadas como espelhos para retocar o batom. Os filhos de Ares tinham ótimos corpos mas eram piores que os debilóides que eu contratava para surrar alguns alvos no colégio, um deles quase afogou um recém-chegado numa privada do banheiro comunitário e teriam feito o mesmo comigo se eu não conhecesse as vantagens de ser invisível. E o pior, ali dentro não eram permitidas conexões com o mundo exterior através de celulares ou internet, as próprias barreiras mágicas impediam isso. Não, eu não tinha "amigos" lá fora mas  é sempre bom ter uma carta na manga, eu não estava disposto a arriscar minha vida num treinamento de flechas quando os filhos de Apolo estão distraídos demais sendo egocêntricos para ver as pessoas que passam antes de atirar. Mas toda moeda tem dois lados e enquanto altamente voláteis, semideuses com suas habilidades de alto valor poderiam ter utilidade em ocasiões futuras. De qualquer maneira, meu sátiro Wayne havia me mostrado o arsenal onde encontrei Eclipsis, minha lança. O que tive com esse objeto pareceu uma conexão natural, uma sensação surprendentemente simples de que ela estava ali para mim. Além do mais, uma lâmina serrilhada faria bem mais estrago.
Se alguma coisa ali poderia ser considerada boa era a ausência de fantasmas. Eu já não tinha mais medo deles, mas ter uma idosa hectoplasmática me encarando enquanto eu tomava banho era no mínimo incômodo. Aproveitando isso, pude fazer algo que a anos não conseguia, ler em paz. Peguei uma cópia bem conservada dos contos de Edgar Allan Poe com uma filha de Atena em troca do livro didático de álgebra avançada alemão de uso obrigatório nos meus estudos, uma troca idiota em minha opinião mas os ganhos são os mesmos. Resolvi andar aleatoriamente pela extensão do acampamento até encontrar um lugar vazio ou no mínimo quieto, o que não foi fácil. Eles tem até uma parede de escalada com lava quente, não é de se esperar um ambiente pacífico. Era um dia quente de verão então um terno como de costume não se encaixaria. Para me misturar e evitar questionamentos sobre ser um novato, resolvi usar aquela horrível camisa laranja de acampamento que mais me fazia questionar se eu não estava saindo para meu novo emprego como coletor de lixo. Um colete social bordô por cima diminuiria o estrago visual, junto com uma calça caqui e um par de botas de camurça marrom também pretos. Sempre aposte no básico, é o que dizem.
Finalmente encontrei um largo banco de madeira feito de um tronco deitado ao lado do lago de canoagem. Um pouco à frente, algumas garotas estavam sentadas no chão, rindo e conversando como se a vida fosse bela. De repente "SPLASH!", jatos de água partindo da beira do lago as atingiram em cheio e elas ficaram encharcadas. Logo, garotas de pele azulada e conchas enfeitando os cabelos apareceram nadando e por mais inconveniente que fora a situação todas se resumiram a gargalhadas. Suspirei confuso, se aquelas eram as pessoas que tinham muito em comum comigo, eu imagino como seriam as diferenciadas. Para a minha surpresa, notei algo brilhando no fundo da água e uma das aquáticas parecia disposta a fazer o mesmo comigo. Num ato de reflexo, levantei minha mão como se fosse jogar algo e uma esfera de chamas surgiu em questão de segundos, fazendo com que a smurf oceânica resolvesse nadar em outra freguesia sem demora. Resolvi voltar à leitura e esperar que pelo menos num mundo literário as coisas parecessem menos caóticas.

valeu @ carol!



Última edição por Maximillian Mortiri em Dom Ago 23, 2015 10:02 pm, editado 1 vez(es)


Maximillian Mortiri

Why would I be a hero
When I can be powerful?
credits @
avatar
Maximillian Mortiri

Mensagens : 11
Data de inscrição : 18/08/2015
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Finn Lazulli em Dom Ago 23, 2015 5:06 pm

Finn acordou de um coma como se acordasse de um sonho, um sonho muito demorado, havia perdido boa parte de sua memória, praticamente toda a memória que fosse antes de entrar no acampamento e da missão em que falhou e resultou no coma. Agora tudo isso não importava para o cabeça de vento.

Vestiu-se como sempre, a blusa laranja do acampamento, a calça jean skinny e o tênis all-star, um canivete em seu bolso e saiu para passear. Desde que acordou não tinha objetivos, ele sabia que sempre treinava, que sempre lutava por algo, mas agora por que faria isto? Já que não se lembra do fardo.

Sem perceber já estava no lago do acampamento, onde sentia uma estranha nostalgia, viu em um banco um campista sentado lendo um livro e como se não quisesse nada sentou ao lado. Olhou para ele e admirou a aparência, Finn não mentia era bonito e deixou escapar.
- Bonitão... - Corrigiu com um breve - Han, Olá, o que está lendo?
avatar
Finn Lazulli

Mensagens : 66
Data de inscrição : 23/05/2015

Ficha de Personagem
Nível: 18
Health Points (HP):
240/270  (240/270)
Mana Points (MP):
205/270  (205/270)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Maximillian Mortiri em Dom Ago 23, 2015 9:59 pm




The angel of victory


— Ahm, Olá, o que está lendo? — Uma voz masculina de rara sonoridade agradável soou ao meu lado. "Não é da sua conta", "Se eu quisesse anunciar, estaria segurando um cartaz", "Esfregar esse livro na sua cara serve como resposta?", "Um livro ótimo chamado não é da sua conta volume 2". Enquanto eu tentava decidir entre todas essas maravilhosas opções para afujentar mais alguém, virei-me para olhar no fundo dos olhos da milésima pessoa que perturbava minha paz... E pelo visto nada daquilo sairia da minha boca. Quando olhei para ele senti algo... Diferente. Não, não era um daqueles momentos em comédias românticas melosas para adolescentes gordas e hormonadas que precisam de alguma esperança para suas expectativas patéticas. Ele simplesmente não me despertava o desprezo de sempre, o que era estranho. Pois é, esse sou eu, enquanto a maioria das pessoas tem vontade de dizer "Olá" a um estranho eu vou direto ao "Cai fora", mas ele me fazia querer dizer "Olá" então já estava acima da média esperada. Mas mesmo assim... Eu me sentia estranho com isso, queria me sentir como sempre e simplesmente afastá-lo com meu veneno ou tacando fogo em sua roupa mas o que eu sentia era vontade de conversar. Resolvi, relutantemente, me arriscar (Sem olhar nos olhos dele):
— Algo que um filho de Hades escreveu a mais de cem anos... Nada demais. — Então fechei o livro de capa negra com o desenho de um corvo e olhei para ele, no fundo de seus olhos. — E você é...? — Eu estava realmente curioso, mas não deixaria de me divertir com um ar misterioso na situação.
valeu @ carol!



Maximillian Mortiri

Why would I be a hero
When I can be powerful?
credits @
avatar
Maximillian Mortiri

Mensagens : 11
Data de inscrição : 18/08/2015
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Drake Saltzman em Ter Ago 25, 2015 6:32 pm



The lost boy trying to find a way back home

O Limbo não era lá um lugar tão bom para ficar, até porque seus habitantes queriam minha cabeça fora do pescoço. Havia voltado aos farrapos daquele mundo - completamente detonado e amaldiçoado, mas vivo -, e após passar na enfermaria e me recuperar, dei uma volta pelo acampamento, procurando algum lugar para relaxar, me distrair. Precisava tirar aquilo tudo da cabeça. Afinal, estava de volta em casa - mesmo não me sentindo um anfitrião dali.

À frente estava o lago, e embora não estivesse com traje apropriado para aquilo - uma calça branca e uma camiseta negra -, segui até lá. Meus pés descalços pisavam na grama úmida, a brisa gélida refrescava o local.

Num lado, mais fundo, sátiros e ninfas ajudavam alguns campistas com a canoagem, mas não queria nada daquilo. Andei pela parte rasa, onde num outro canto haviam apenas dois campistas. Estava só, sentado numa pedra na margem do lago, observando a água pura e cristalina, sem pensar em nada.







I've got a wicked demon
And his hunger never fades
◀️▶️
avatar
Drake Saltzman

Mensagens : 86
Data de inscrição : 23/07/2015
Idade : 21
Localização : Quer um GPS?

Ficha de Personagem
Nível: 25
Health Points (HP):
200/340  (200/340)
Mana Points (MP):
185/340  (185/340)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Arya em Ter Ago 25, 2015 7:01 pm

a lovely afternoon tea
O
s pés descalços tocavam o chão e a brisa gélida bagunçava-lhe os cabelos, algumas mechas teimosas caiam em sua fronte, mas não se importava com tal coisa pois sua atenção estava mesmo na natureza. Com os lábios semiabertos cantarolava uma melodia como se fosse um belo pássaro. – Até alguns lhes respondiam com o mesmo canto suave. – As mãos desenhavam formas no ar e os olhos fecharam-se apenas para poder viver melhor aquela experiência. Seu corpo ostentava um vestido solto e longo, branco assim como a coroa em sua cabeça e os cabelos que caiam até os pés, até mesmo pareciam com seus olhos tão brancos como as nuvens.
Ao longe quem lhe enxergava podia jurar que estava flutuando, que mal tocava o chão. E talvez estivesse mesmo, mas quem poderia dizer? Abriu os olhos e encarou alguns campistas que ajudavam Ninfas e outros que treinavam incessantemente – algo que daria orgulho a qualquer um -, e quando passava dava algumas risadinhas como um “oi” e podia ouvir ao longe a resposta animada dos adolescentes. Por fim, estava próxima ao lago e mesmo que não fosse seu habitat natural, adorava estar ali, pois natureza era natureza, brilhante em sua magnitude. Pôde ver então um rapaz em sua quietude e perguntou-se o quão educado seria aproximar-se e questioná-lo sobre sua solidão, ou seria preferível permanecer em seu lugar, mas talvez a quietude o incomodava e poderia ajudá-lo. Encerrou o canto e sem fazer qualquer ruído parou ao lado e com os olhos mirados na água, resolveu falar. Sua voz imponente e dócil ao mesmo tempo. – Natureza bela assim, ninguém jamais viu, não é mesmo? Nem mesmo eu. – O corpo balançava para frente e para trás, murmurando a mesma melodia de outrora.
avatar
Arya

Mensagens : 4
Data de inscrição : 20/08/2015

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Drake Saltzman em Ter Ago 25, 2015 8:13 pm



The lost boy trying to find a way back home

Um tempo se passou, e continuava ali, imóvel, apenas com a mente vazia. Talvez aquilo estivesse fazendo efeito, mas toda a monotonia presente era realmente entediante. Raramente náiades passavam naquele lago (geralmente se aventuravam no outro, onde havia maior espaço e mais campistas), e tudo era calmo.

Até que ouvi uma voz ao meu lado, o que me tirou daqueles pensamentos fúteis, trazendo-me de volta à realidade. Estranhara aquilo, já que geralmente afastava as pessoas com aquela aura de morte, mas apenas sorri para a garota.

- Não sou do tipo de cara que fica admirando essas coisas, mas sim, é uma coisa muito linda. - Tirei os olhos da água e fitei-a. Os longos cabelos pareciam mesclar-se com o vestido branco, além da pele clara. - Talvez seja uma bênção dos deuses. - Dei de ombros. - Drake Saltzman, filhote de Nêmesis e ceifador de Thanatos.







I've got a wicked demon
And his hunger never fades
◀️▶️
avatar
Drake Saltzman

Mensagens : 86
Data de inscrição : 23/07/2015
Idade : 21
Localização : Quer um GPS?

Ficha de Personagem
Nível: 25
Health Points (HP):
200/340  (200/340)
Mana Points (MP):
185/340  (185/340)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Finn Lazulli em Ter Ago 25, 2015 8:54 pm


                         ALWAYS VICTORIOUS


Encarou com um sorriso enquanto esperava a resposta pensava em coisas bobas , esse era seu jeito, esse era o Finn. Então se surpreendeu com a resposta, nunca havia falado, visto ou conversado com um filho/filha de Hades antes e por sinal o livro parecia legal, emo,gótico, depressivo provavelmente por ser filho de Hades[...]
- Meu nome é Finn Lazulli, filho de Niké, Curandeiro de Asclépio. - Deu um sorriso de canto, colocou a mão em seus cabelos como se estivesse procurando se era realmente isto.- E você? Se não se importar eu desejo uma sinopse do livro.

avatar
Finn Lazulli

Mensagens : 66
Data de inscrição : 23/05/2015

Ficha de Personagem
Nível: 18
Health Points (HP):
240/270  (240/270)
Mana Points (MP):
205/270  (205/270)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Arya em Ter Ago 25, 2015 9:13 pm

a lovely afternoon tea
A
seriedade era um ponto forte do rapaz e isso era notável, tal como a doçura era o ponto forte da criatura. Observou tudo quietamente e curiosamente perguntou-se o motivo de tal solidão, mas sua resposta logo apareceu quando apresentou-se diante dela. Talvez o peso da morte que carregava em suas costas. – Talvez havia ceifado vidas demais ou vidas de menos. –
- Arya, Espirito da Floresta, uma Oreádes. – Curvou-se diante do rapaz a sua frente e deixou que um sorriso aparecesse em seus lábios.
Sua atenção foi tomada pela água cristalina que mexia-se conforme o vento insistia em brincar com ela, era como uma dança e o condutor era o vento. Algo belo de se observar e que lhe tomaria todo o tempo da eternidade se assim quisesse, mas havia tarefas para cumprir e ainda mais por ser uma guardiã das montanhas, apenas estava ali para caminhar um pouco. Era solitário quando não se tinha visitas, embora aparecesse apenas para os deuses e semideuses, mas gostava de ter companhia e ouvir vozes que não fosse de outras Ninfas.
- A curiosidade me abateu, estava por aqui apenas para andar ou passar o tempo? Perdoe-me intromissão, jovem. – Olhou-o e dessa vez o semblante estava sério, mas dócil, assim como sempre estava.
Era raro vê-la raivosa, apenas quando mexiam com sua natureza e seu trabalho, a sua missão era proteger toda criatura que vivia nas montanhas, até mesmo a flora que tantas vezes era descuidada pelos humanos. E mesmo que levasse a arte para os mesmos, ainda assim não gostava
avatar
Arya

Mensagens : 4
Data de inscrição : 20/08/2015

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Maximillian Mortiri em Qua Ago 26, 2015 1:45 pm




The angel of victory


Eu havia ouvido falar de grupos como os curandeiros ou as caçadoras, eles serviam a deuses e em troca recebiam habilidades especiais. Não era algo que me servia, obrigado. Não estava disposto nem a conhecer minha própria mãe, quem dirá seguir as ordens de alguma divindade narcisista que se acha superior a tudo e todos... Tudo bem que eles são, mas comigo não rolaria. De qualquer maneira, aquele era Finn, o garoto que valia um "Olá" ou tinha um sorriso capaz de arrancá-lo do poço de amargura conhecido como "eu". Mas imagino que uma pessoa aparentemente boa como Finn tinha todo aquele propósito de ajudar as pessoas e salvar vidas, coisa que não combinaria muito comigo considerando como opinava em relação ao ser humano. A superpopulação não era lá muito agradável. Ele perguntou sobre mim, fazendo-me questionar até onde o risco valia a pena. "Sentir" algo era estranho e perigoso, vulnerabilidade era meu maior temor, mas as palavras não pareciam se importar com isso quando simplesmente brotavam da minha boca, revelando a parte de mim que estava pouco se lixando para inseguranças imbecis e só queria conhecê-lo melhor:
— Maximillian Mortiri, filho de Hécate... E além de milionário, não acho que eu tenha um terceiro título para adicionar. — Falei com um pouco de sarcasmo, referindo-me à sua patente de curandeiro.
— Se não se importar eu desejo uma sinopse do livro. — Ele requisitou. Jogando todos os meus pensamentos para o alto e não me importando com mais nada, decidi jogar esse jogo e descobrir onde a situação ia parar.
— É a história de um homem que perde a mulher que ama e enfrenta seu lado obscuro... Que se manifesta na forma de um corvo. Acho que minha atração por isso foi herdada.— Meu tom ficava um pouco mais sério, mas o assunto continuava. — Tudo se resume a isso não é? Lutar pelo amor e combater a escuridão.—
valeu @ carol!



Maximillian Mortiri

Why would I be a hero
When I can be powerful?
credits @
avatar
Maximillian Mortiri

Mensagens : 11
Data de inscrição : 18/08/2015
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de Personagem
Nível: 1
Health Points (HP):
100/100  (100/100)
Mana Points (MP):
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Finn Lazulli em Qua Ago 26, 2015 2:14 pm


                         ALWAYS VICTORIOUS


O garoto com o qual Finn conversava tinha um nome estranho, mas pensando direito seu sobrenome era Lazulli então nada poderia falar. Se 'emocionava' com a pequena sinopse que Maximillian lhe contava se segurando para não chorar, mas percebeu que o filho de Hécate parecia se identificar com o livro? Talvez por sua mãe ser uma espécie de deusa bruxa da lua?!
Finn ignorou isto, ficou indignado com o que ele 'acha', talvez antes ele poderia até dizer que sim, mas agora percebeu que só havia uma oportunidade.
- Será? Lutar pelo amor? Eu prefiro lutar por mim, por minha sobrevivência, sei que vida só tem uma quer dizer, quando reencarnamos não lembramos!? - Deu um sorriso inocente. - Sabe... Eu queria viver algo assim, uma grande aventura, um grande amor, só estou aqui por causa que lá é muito perigoso para um suporte...
Por fim suspirou levantou-se e fez aparecer suas asas, sorriu e em seguida saltou no ar e ao bater das asas saia do local.



Última edição por Finn Lazulli em Qui Ago 27, 2015 8:17 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Finn Lazulli

Mensagens : 66
Data de inscrição : 23/05/2015

Ficha de Personagem
Nível: 18
Health Points (HP):
240/270  (240/270)
Mana Points (MP):
205/270  (205/270)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Drake Saltzman em Qui Ago 27, 2015 8:31 am



The lost boy trying to find a way back home

A garota - que se identificara como uma ninfa - era bem simpática, dócil e calma como toda aquela natureza ali presente - e eu era justamente o contrário. Talvez os opostos tenham se atraído.

- Queria esfriar a cabeça, deixar todos esses problemas de lado. Ser um semideus pesa às vezes. E também porque acabei de voltar amaldiçoado e completamente detonado de um outro mundo.- Dei um sorriso fraco, tentando desfazer aquela tensão.

A brisa gélida levava as águas tranquilas do lago, pouco barulho era audível naquele local. Meus olhos ainda feram direcionados àquela garota, tentando decifrá-la.

- Mas e você, o que faz por aqui?







I've got a wicked demon
And his hunger never fades
◀️▶️
avatar
Drake Saltzman

Mensagens : 86
Data de inscrição : 23/07/2015
Idade : 21
Localização : Quer um GPS?

Ficha de Personagem
Nível: 25
Health Points (HP):
200/340  (200/340)
Mana Points (MP):
185/340  (185/340)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum